O projeto HFR Boutique Resort & SPA encontra-se em fase de licenciamento e apto para avançar para construção.

Segundo a nota de imprensa dos promotores, os últimos cinco anos envolveram procedimentos burocráticos em Portugal, entre Serviços, departamentos e entidades locais e centrais, no entanto, a previsão é para as obras avançarem ainda em 2017.

“Sonhar e concretizar um empreendimento nas margens da Albufeira Castelo de Bode exige determinação e força de vontade: tratou-se de uma verdadeira aventura épica cheia de desafios e contratempos e que envolveu um trabalho de elevada complexidade técnica para todas as partes envolvidas. É o cenário que traduz a realidade do país real”, referem os promotores da Herdade Foz da Represa,

Os projetos de especialidade foram já apresentados ao Município de Vila de Rei e a fase seguinte consiste na emissão da Licença de Construção.

“Praticamente todas as semanas recebemos pedidos de reservas, o que é um indicador de interesse no projeto e na região”, declaram os promotores.

A ideia nasceu em 2012. “Onde muitos viam estevas, terra queimada (resultante dos fogos que devastaram a região), ou um local para despejos de lixos domésticos, os promotores identificaram o cenário perfeito para um sonho que rapidamente se concretizou em projeto, no papel.

A experiência em gestão hoteleira sugeria que o espaço, junto à Albufeira de Castelo do Bode, tinha potencialidades para abrir Vila de Rei ao mundo. Vila de Rei tem sofrido um decréscimo a nível económico e demográfico, dado o progressivo envelhecimento da população, o que torna esta região do centro do país (centro assinalado pelo marco geodésico) pouco atrativa ao investimento”, lê-se na informação.

A HFR representa, assim, “uma dinamização económica da região. Vila de Rei tem muito para oferecer a quem a visita: a albufeira e as praias fluviais permitem a prática de desportos como canoagem e mergulho, as quintas dão bons vinhos, e as gentes da terra ainda cozinham como manda a tradição beirã”.

O projeto da HFR conta com dez unidades de alojamento (bungalows), estruturas pré- fabricadas “fáceis” de montar (evitando-se assim impactos ambientais desnecessários), edifício central de apoio com SPA e Wine Bar.

O projeto prevê a criação de dez postos diretos de trabalho e conta com um investimento na ordem de um milhão de euros, finaliza a mesma nota.


Fonte: 
http://www.antenalivre.pt/noticias/vila-de-rei-hfr-boutique-resort-spa-obras-avancam-ainda-em-2017